sábado, 10 de setembro de 2011

POR ENQUANTO

...as vezes o coração guarda, armazena
...mas há outras vezes que a alma esquece, elimina o que não condiz,
o que machuca, incomoda ou minimiza o sorriso...

...não se pode voltar atrás, mas antes de iniciar um novo começo,
eu preferi deixar me partir...

Um comentário: