quinta-feira, 3 de novembro de 2011



....Independentemente da minha cor, eu sou espírito.
Tanto faz a minha crença contando que eu seja mais humano, por você tudo bem?
É que vi estes dias algumas pessoas sem fé alguma nas pessoas, outras dizendo que de tanto verem coisas erradas nas pessoas ( e não no mundo ) não tem nem a vontade de conhecer pessoas e por aí o resto vai e vai...

Dizer que não confiar mais no ser humano é a meu ver ter uma visão muito limitada da Vida e de tudo que ela pode proporcionar , e, nos proporciona.

Dizer que somente os lindos e maravilhosos animais que habitam nosso plano são os únicos seres confiáveis é demasiado duro demais, já que antes de mais nada, como podemos medir nosso prumo e nos auto avaliarmos quando erramos?

Fácil somente termos aqueles que nos bajulam nos amam e estão sempre ao nossos lados...

Mas será que sabemos conviver com nosso defeitos? Ou se esses animais pudessem falar e expressar também aqueles dias em que estamos mais duros que pedra e pau e mais negativos que tempestade de verão?

Infelizmente não reciclamos nossas mentes e nos colocamos em stand by ao fatos que ocorrem no mundo e na televisão, sim , na TV pois a mesma nos viciou no show de horrores quando se trata de trocar informação e entretenimento por ibope, sensacionalismo torpe e busca de lucro.

Sim, pois a violência dá ibope, filme de ação é porrada pra tudo que é lado, noticiário informando sobre o pai que mata o filho, molesta a filha, carro e homem bomba são mais importantes.

As novelas então no pseudo saber de querer dizer ser formadora de opinião e ser o retrato da vida como ela é.....melhor nem extender o comentário.

Mas amigos, como diz (dizia ) nosso querido Chico, a caridade não se mostra ou se revela, ela está por aí nos quatro cantos.

Nem todo muçulmano é fundamentalista, nem todo americano é capitalista, e nem todo brasileiro é vagabundo.

As atitudes de extensão de bondade estão ao nosso redor, não vê quem nao quer.

Infelizmente vemos 10% do pior do planeta.

O restante nos permeia dia e dia.

Vemos sim crianças que acreditam, sendo ricos opulentas ou não. Com sabedoria ou não, ingênuas ou não.
São nossas mães e pais, são nosso esposos e maridos.Filhos e filhas, netos e netas, namoridas e namoridos....

Mas dizer que não existe amor mais, ué casa com o cachorro então, com o gato sei lá ...

Prepotência em dizer que o ser humano perdeu seu posto de individualidade e ser pensante e bom.

Arrogância em dizer que isso aqui não tem mais jeito. eu faço a minha parte, talvez meia boca, mas faço. Mas e nós?

Cara, se tu é espírita e diz que nao tem mais jeito, de mau humor, ranzinza e dizer que ninguem mais presta? Que tu está fazendo aqui então? Mandar você se matar não pode e o umbral vai nos esperar...Ou então reencarna como cabra, ou gato na próxima ou cão ( se for budista ok ) rsrs

Se és católico , protestante, budista , ateu , agnóstico...ou sei lá o que quer que seja, faça a sua parte, seja uma centelha e faça a pessoa ao seu lado feliz e ponto final, tu já mudaste o mundo.

Agora , ficar nessa picuinha , Ai o mundo tá uma porcaria, o ser humano é horrível, não vale nada... nivelar por baixo???

Vai por mim, calemos a boca e façamos nossa parte.

Eu acredito nas infinitas formas de amor.

Essa aqui pe uma delas. O mundo é bom pra cacete meu, se toca, acorda  e vive!!!

OUTRA COISA, os erros de acentuação e língua portuguesa são propositais, para ver se presta atenção no x no sss nas pessoas rsrsr

Um comentário:

  1. Que lindo texto.
    As vezes me decepciono com as atitudes das pessoas, mas nao deixo de acreditar nelas... de ama-las, respeita-las.
    Ainda prefiro acreditar em uma segunda, terceira, quarta chance...
    Lembro da passagem em que Cristo diz: Perdoar setenta vezes sete...
    Será que nos perdoamos tbm nas vezes que erramos com a gente e o proximo????
    Pessoas erram, julgam... mas sao apenas atitudes, e que podem ser revistas, desde que nao nos cortem a alma...
    Bu no coraçao

    ResponderExcluir