quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

E VC HOJE SE PERGUNTA? HÁ FIM NESTA QUEDA?


Este pensamento é teu.
POr que eu já passei por este céu,
de início em grande desespero sabendo que em nada eu poderia me segurar...
...sabendo que o vazio era a coisa mais tangível para mim...
...sentindo que o silêncio era o companheiro mais próximo...
Não há lágrimas na queda e sabem o porque?
O vento não nos permite .
Mas depois de algum tempo, comecei a olhar ao redor do horizonte e vi não só estrelas distantes,
mas outras pessoas, outras dores, e muitas quedas...

Se hoje você sente que em algum lugar , lá dentro de si, ou longe de casa ,
ficou algo de você , preso em outra pessoa...

Saiba que se você sente dor, e sorri
ao meio dia, tudo é escuro,
ou a vergonha de crer se perdida e derrotada...

Do tempo que depositou em olhar para algum momento
e ver alguém que supostamente amou,
das palavras proferidas,
das cicatrizes abertas,
das noites claras ,
dos risos fulgazes,
mas do telefone mudo...

nada ruim do que sentir a pessoa partir como areia entre as mãos...( você observa lentamente a despedida )

Mas, como eu olhando para as estrelas em minha queda,
pude perceber que sinto dor,
pude sentir que ainda posso chorar,
ou gritar,
ou sofrer,
ou querer não mais viver...

Estás com sorte grande,
pois significa que estás viva!!
E ESTE DIREITO NINGUÉM PODE TE SUBTRAIR.
pois vc ainda sente.

A queda finda-se quando você sair de teu luto aparente.
e por mais que ache que tudo finda-se, o sol dá a mínima
o planeta segue,
pessoas nascem
e outras perecem.
e vc continua tendo o gosto amargo na boca
e um nome entre os lábios.

Ergue-te.
Crê em ti mais ainda, e trilha teu retorno à tua base, ou ao teu mundo.

Segue. Cair nos faz mais perto da terra,
mais simples no barro,
e mais confiantes como a semente entre o concreto.

Caso precise , posso mergulhar e te mostrar estrelas
de dia
ou de noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário