segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

CARTA DE DESPEDIDA DO MURILO









...cheguei em casa à pouco...

E há uma carta embaixo da porta. Coisa antiquada em tempos de internet...
Mas que de forma alguma nunca perde seu impacto.
E, esta, veio direto à alma cansada de quem retorna de um adeus temporário

Trêmulo, eu abro o envelope selada há 4 dias!!!
Letra de forma, ainda impecável...
Por isso peço licença à todos aqui, e mergulhem agora, do mesmo rochedo , que mergulhei ...

"
Queria ver tua cara. Esta cara de pastel que tem quando é pego no flagra!. rindo...
Eu te peço um pequeno favor, somente um, apesar de que os outros já foram...
Quero que continue...
Que não se entregue como um dia eu me entreguei.. mas que recuperei este tempo.
Quando o Dr. (...) veio e deu-me o diagnóstico , mais uma vez, com a aspereza e polidez, eu simplesmente virei a cadeira de rodas e sai pela porta. Não queria ver mais minha mãe chorando ao meu lado e meu pai com olhar de abismo.
Eu simplesmente peguei o elevador e subi para o último andar ver a cidade lá de cima.
E pensei em traçar um destino, não o meu, já fadado, mas no caminho dele, parar em alguns lugares, sabe, tipo um pub, um doce legal, um cinema... voltar à Pça do por do Sol, descer até o Guarujento...agua de coco, tomar um porre homérico, beijar um mulher sei lá, essas merdas que vemos em filme de água com açucar americano.
Mas aqui a colherada é de boldo meu irmão.
Engraçado quando teu corpo este te matando ao mesmo tempo que luta desesperadamente para não ir.
Eu entao recolhi os remos, não to me entregando ou arregando...
Mas dói demais ver minha mãe ir junto!
Eu não irei fazer a pós! vai lá e termina aquela merda por mim! e por voce cabeção.
sabe, aquele negócio da gente voltar lá em Paris e seguir no chateau, vai ter que adiar hein...
Como se diz, percebemos que a coisa tá séria, quando o médico não fala mais de nossa idade, mas do tempo.
Então o que me resta antes da cama do hospital me segurar de vez, é o tempo.
Por isto estou aqui com caneta e caderno...
Cara, você não acha que não chorei, tive revolta, prefiri sumir, ou me matar um dia???
Pensei, essa merda vai doer pra cacete.
Uma morte honrosa eu quero, por isso assisti o SETIMO SELO. não irei jogar xadrez, jogo chato pra ca#####.
Mas, dar um chapéu nela eu ainda consigo.
Então é o seguinte.
Se vira.:
temos:
1) descer ao guaruja em dia de sol, tem que ser de semana, mata o dia no trabalho e se vira, me leva.
2) assistir ao filme frances la que voce me disse.. esqueci o nome
3) Sabe o PUB que a gente deu PT?? quinta feira é o dia da quinta-sem -lei. fechou cara!!
4) peti gateu, mirabelle e outras coisas, vou ficar sem comer um dia pra caber tudo na pança hein
5) e por fim, me levar naquela divisa de estado cara, SP/MG, a foto em preto e branco que voce tem.



Não quero porra de carta no enterro, mamae vai falar pra voce escrever ou dizer algo.. vai se catar cara, de onde eu tiver e ver isso, eu lanço o toco em voce. Voltei atras na cremaçao ta bom?

Amigo, nao se entregue.
Não deixe que nada nem ninguem tire de voce o que tem de melhor, ninguem merece a lágrima do descaso ou indiferença
Nunca vi alguem escrever com tanto furor, descência e amor quanto voce.
Tuas letras tem a raiva de quem nao quer perder tempo,
o desespero de amar em paz
a vontade de ficar mais uma noite acordado
e voce deixou isso cair de voce, acha essa merda logo e continua cara
Nos dias de quimio quando voce vinha me ver e via somente na cama um fósforo queimado, a minha mente mesmo parada ficava ali pensando pensando e bolando planos.
queria ter aproveitado mais a vida.´
Dizer mais eu te amo a quem merecia.
Ter ficado mais perto da mamae e do papai quando eu me afastei por causa do primeiro resultado, da queda de cabelo, depois da perda de movimento...
Aprendi a escrever com a mao esquerda, por isso ela letra dos infernos.
Quando voce casar e sei que irá, tenha uma menina, são tudo de bom...e Lira , como voce disse , é um nome lindo! apoiado!
Teve dias em que eu queria nao acordar, ou achar que a resposta dos remédios eram boas.
Eu me sentia bem, mas quando vi que a coisa voltou forte demais, preferi dar as mãos!
Acorda por mim e luta cara, se nao tem nada, otimo, pegue, conquiste e segue.

ama, ama por mim e por voce. Luta e batalha por aquela moça! Vai lá cara, nunca vi voce tão sorridente e com labios tao largos quanto teu abraço.
Não desiste.
E acho que deveremos deixar a viagem para SP/Mg para uma outra oportunidade.

Não sei o que me espera,acredito em Deus e isso me é suficiente.
Mas, não sei o que será de mim, quando devolver o corpo à terra.

Já devo ter partido quando ler esta, chegará mais uma ....

Um abraço, nunca abaixe tua cabeça, voce tem um dom de DEUS, faça-o valer!

Murilo A. W. F.

Um comentário: