segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

E LÁ VEM NATAL E LÁ VAI JESUS







Sei que esta data é fictícia , ditada pela antiga igreja, mas a personagem principal está mais viva do que nunca, porque produz!
Produz ainda o fascínio de arrebanhar muitos, não com músicas de refrões chicletes, ou aparições mirabolantes, ou erguendo a mão e doando uma casa na frente dos holofotes!
Mas, além do fascínio, existe toda essa energia do planeta, aonde alguns ainda lembram da dificuldade e do silêncio, da distância mas do amor, deste singelo nascimento , para o Mundo!
E, o mundo nunca mais foi o mesmo!
São não somente as palavras de amor, mas as atitudes; muitas delas que nós, em nossas melhores atitudes de bem, não chegam nem perto do que esse nosso Irmão mais Velho nos ensina.

E , todo dia, quando se abre a porta, nascemos!
E, a cada sorriso que deixamos em alguém, é amor incondicional.
Muito longe ainda estamos de nosso querido irmão Mais Velho, não na distância física, mas na distância entre amor e egoismo.

Ele não prometeu e não promete presentes sob a árvores de Natal; muito menos libera o perdão incondicional somente nesta data festiva; não bebe coca-cola enquanto degusta a amizade superficial de etiqueta de roupa, declaração pífia de boas festas de gente batendo as palmas da mão no peito, ou estalando os dedos; ...

Ele está ali, nos lugares mais distantes, ouvindo serenamente e dizendo todo santo dia. Crê! Acredita! Ama teu Pai e a teu próximo como a ti mesmo!

Eita lição de casa difícil, pode levar uma vida toda.
Mas este irmão mais velho sabe que nós caçulas somos cabeças-duras! Teimosos e ignorantes, ah Jesus ! Que paciência de Jó que o senhor tem.Aliás, ele pegou um tiquinho do senhor né!

Sabe, quero lembrar, espero que alguém possa olhar essa imagem, e lembrar que esse nosso fofo irmão mais velho nos ama e intercede por cada um de nós!

Ele deseja sempre amor, paz, alegria,saúde e vida !

São os meus votos e da minha família e do meu e nosso irmão mais velho!!!

Um beijo no coração de vocês!

Feliz Natal e Feliz Ano Todo!!!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA SER VISTO?



Você está preparado para ser visto?
  
 


Não falo aqui de como as pessoas nos olham, mas como nós desejamos que possam ver nosso mundo


 
E o nosso mundo tornou-se um grande palco, e um verdadeiro simulacro!

São pessoas que, iguais a nós, de corpo e carne, e mente.

E , mente, e mentem!

Alguns , em verdadeiros flagelos morais rendem-se ao pouco.

E o pouco, nunca nos basta!

E deste pouco, reinam o suicídio silencioso do ser.

Não aceitamos as poucas olhadas no perfil de nosso espremido ser, dentro de uma 14" !

E selecionamos erroneamente as pessoas que não participam deste ciclo, e que não nos seguem.

E amaldiçoamos nossos braços e pernas, barrigas e bocas, quando não nos curtem.

Então, não haverá música que nos agrade mais. Pois não somos nada, comparados à menina da sala ao lado que possui mais de 2.000 seguidores...

Deixamos para trás nossa riqueza de infância.

E não temos a menor ideia de reconhecer alguém pela caligrafia, como antigamente.

Nos dias de hoje , “ interneticamente”  falando, uma tecla tem o poder de decisão sobre a vida de uma pessoa!

Poder errado de escolher, e de decidir.
E A VIDA de muitos torna-se um pixel.
Pior do que dirigir um carro acessando o celular,
 
é deixar-se conduzir por sites e fotos curtidas e seguidas e perde-se no vazio de sua existência!
 
 
 Eu desligo!
 
 Eu vivo!
 Ainda o ar , é o melhor meio de propagar minhas palavras ,  vida , amor e música!
 
 

 

 

 

sábado, 26 de outubro de 2013

POR QUE A PERGUNTA?




Sabe por que quase sempre eu encerro minhas falas com uma pergunta?
 
Justamente para que você se justifique .

 E essa justificativa tem a ver com sua resposta, e essa resposta deverá ser elaborada através não só de suas experiências particulares, mas ser aliada ao que busca e percebe.

 Perceber não queira dizer o correto. A leitura que fazemos de nós mesmos e do mundo é muito peculiar, e geralmente , é uma visão de proteção.

 Essa visão de proteção remete ao não se envolver, e não se envolver , remete ao não tomar decisão e não se responsabilizar....

Amadurecer também é isso, é doloroso pois temos que por a casa em dia, e por a casa em dia envolve mexer naquele móvel antigo, na cozinha desorganizada, nas infinitas coisas conquistadas sabe quando, o complexo do esquilo etc tc...

 Por isso, antes de ter raiva de mim, prontifique-se a saber que quero o melhor de ti, e simplesmente para a pessoa mais importante da sua vida:

 Você!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

DESCE DO CÉU CRIANÇA!!!!




E pegou o pincel, emprestado do artesanato da mãe...

Claro que pra fazer arte...

E olhou lá pra cima e disse.:

- Olha isso aqui ( criança não diz narrador, criança grita ).

Ops! Er..então olhou lá pra cima e gritou:

- Olha isso aqui! -  E soltou o pincel concentrando toda a alegria no olhar.

E lá se foram as nuvens escolherem cada canto para o céu ficar.

- E você não pode colocar mais de azul?

- Tá, pega a água do riacho ali e trás na tua mão.

Ela levantou-se no vestido salpicado de idéias engraçadas, e alegria. Chegou perto da margem cheinha de seixos e lá pôs as mãozinhas gordas. E pluim, água azulzinha!

Voltou como sussurro e trouxe.
-Olha!
- Agora eu ponho o pincel na água e jogo de volta pra cima.

E fez!
E o céu assim ficou:



- Óóóóóóóóóóóó - todos fizeram coro afinado.

-  E a gente pode subir? Eu quero subir...
- Eu também - e todo mundo queria subir, até eu.
- Você não pode, você é narrador...
(...)
- Agora eu vou fazer as montanhas lá pra lá!
- Tá bom, mas eu chamo meu avô, ele sabe fazer com areia.
- Então tá. - e foram buscar o vovô.

Mas vovô é esperto.
Tem na mão alegria e rapidez. Dentro do olho tem tudo que é imagem, e dentro do coração , tem tudo que é som e sabor.
Ergueu a mão , sorriu e diz.:
- Se afastem pequenos que depois que jogar , eu vou correr junto e volto só na noite bem de noite hein...
- Êêêêêêê - e coro afinou de novo!


 E foi fazer fuuuuuuu e vovô saiu voando mais que pipa do seu Belmiro!


E todos olharam para o vovô que subiu e subiu e vummmmmmmmmmmmmmmmmmmmm, foi embora !!!

- E como a gente vai agora?
- Pega o papel , escreve aonde quer ir e põe na testa, ...agora pensa e olha com olho fechado pra cima e aí a gente vai tudo....
E.....




CONTINUA...

domingo, 15 de setembro de 2013

ANTES DE ENTRAR EM CASA, OLHA PARA O CÉU





Uma vez uma criança, pequena, perguntou o porquê de antes de entrar em casa à noite, eu sempre olho para o céu.

É para lembrar-me da saudade que tenho , de alguns que deixei lá em cima, e da cor da noite!

É para saber que embora sobre meus pés, meu espírito livre rasga o céu e rascunha a noite em busca de orientação; essa orientação é para alguns sonhos.

Quando retorno de qualquer lugar, eu ponho os dois pés no chão firme, e olho para cima.
Ás vezes há estrelas, outras vezes , eu vejo dezenas, ou uma lua linda e preenchida como pintura.

Outros momentos existem somente nuvens...mas espero sempre uma abertura.

Se para alguns o sol de cada dia é que trás vida e alegria, cada noite me faz lembrar 2.000 anos atrás...

Meus olhos e coração sempre irão em busca de vários tons no azul.

São amigos lá de cima, corações saudosos, amigos presentes no silêncio e um Pai que me ama sempre

terça-feira, 20 de agosto de 2013

TULSA E TOSSE



E de tanto correr, entre os trigos , trouxe cansaço nos meus ombros.

O corpinho com cheiro de criança que custa a dormir,
e o mato e capim, além de grama e jasmim!!!

Corre feito moleque doido, deixando o campo cobrir o loiro da alma,
mas se esconde e se entrega quando ri para a rosa dos ventos.



Desperta em mim sonhos e alegria e me acalma,
e os olhos me trazem a versão mirim de um universo e de outros tempos.

Ah, não dá pra te alcançar nem na estrada ,
mas teu tio tenta, de tudo que é forma nesta nova empreitada,
que é tentar contentar-se com o pouco que sempre me apronta,
e dizes coisas mirabolantes e confessa planos em volta de um colar de contas.

(presente antigo de Mama quando na China esteve)


Mas é o terço que trazes não em seu pequeno peito
mas em tua mochila de viajante,
que aperta meu coração em saudade constante,
sinal de amor e zelo, carinho e respeito!!!



Saudade que teu tio deixa,
aqui, matando o tempo antes de subir ao céu,
com este pequeno relato,
para um pequeno que sem tempo não se queixa,
mas deixa o coração apertado, com sentimento de adeus sem lenço...

Beijo menino e beijo Papa Rizzo!!!!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

COMO DOBRAR O JOELHO

Há uma arte para saber andar.
E ela se inicia sozinha quando ainda se é pequeno e o mundo são todas as pernas que cruzam nossos olhos.



Essa arte aprende-se sozinho, esbarrando em si, nos outros e no nada.

E quando se cresce, para cima , e não para os lados,
muitas das vezes os principais órgãos não nos acompanham!

Uma falta enorme nos faz , os olhos de ver e de sentir.
Um branco enorme nos carrega na parede, falta giz e cera, cola e tesoura,
pois a vida não se cola mais,
nem se pinta, nem se emenda!




Crescem todos para cima.
Olhamos todos quase para frente.

Mas gosto de asfalto ninguém degusta,
nada se comenta!
Gosto de tijolo não se diz.

Da mesma forma que existe uma arte para saber andar,
há uma outra que envolve muito mais sabedoria...

Quando a lama se torna macia?

Quando você mudou o gosto da carne?

Quando deixou de tomar e começou a beber?




Contou os segundos antes de espatifar-se na parede?

E nas pessoas, todas escuras ou difusas?

Bem vindo ao lugar aonde ninguém quer estar,

mas este, é o único que mostra quem você realmente é!

Assim,

somente erga teu joelho quando puder responder.

E somente assim, poderá voltar para casa!






segunda-feira, 5 de agosto de 2013

E DO VERMELHO, E DO VERDE.




Não me fale da menta.
Eu tenho âmbar.

Não me jogue à cara o que me disse em palavras
Pois se existe asfalto, é nele que piso.

Ah, a pólvora que habita minha carne,
é estória de vida passada...

Ah, o gosto de vento e sódio na boca
é saudade perto do mar, e do sol.

Vague, mas não retorne.
Já fui há tempo,
já fui à tempo!



Esvaziei não só coração,
mas o ódio!









Eu cansei
e ao me cansar, RECOMECEI!












quarta-feira, 24 de julho de 2013

SONHO DE ANDREA

Ao  estar nesta noite tão fria , esqueci novamente o computador ligado...

E, ligado, alguns programas funcionavam ainda...

E vi, que uma telinha, pequena , piscava refletindo no meu quarto.

Ergui contra a preguiça e caminhei até a poltrona.

3:35 Horas - Paris - França

Rizzo descreve um " sonho" do pequeno Andrea:




Narra-me agora há pouco que o pequeno Andrea, que agora parece pertencer à mais de mim do que de outras, mas que creio haver necessidade de dizer às mães.

Sei do frio que ocorre em tuas terras, e esta, a meu ver , a narração  do que estes olhos serenos e espertos quiseram e puderam enxergar.

Já lhe digo, que de pouco posso derramar lágrimas, de coração duro que sou, mas não pude deixar de soltá-las ao ouvir do próprio Andrea ...

" - Andrea acorda !

- Vamos! Abre os olhos apertados meu príncipe!

- Mama!

- Vem aqui e abraça voando oras!

O quarto fica pequeno quando as perninhas nervosas se dispõem a correr.

O abraço é de tempo. O cheiro é tenro. Os grilos lá foram paralisam.

- O que tens me aprontado bebê?

- Ah! Eu corro mama...

- E não? Como poderias não correr?

- Eu fiz da equipa de rugby,  e eu corro e corro muito.

- Eu sei tesouro, mama sabes muito bem.

- Eu senti saudades minha mama.

- Ah, mas eu sempre estou contigo, sempre o vento está com você não é?

- Aham!

- Então, é carinho de mama! Obedeces ao papa?

A cabecinha loira acena com sorriso prestando verdade e orgulho na missão dada. "

A conversa se estende ainda um tanto a mais, que o pequeno depois não me revela, mas o sorriso que me permitiu ver no escuro do quarto, revela que não é sonho algum, trata-se de reencontro.

Do assombro, eu me rendo à crer.

Amor persiste sempre.

E o Andrea neste exato momento, esteve no melhor lugar de todo o mundo.: NOS BRAÇOS DE SUA MÃE!

RIZZO!

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Perder alguém é como sair de casa, para uma viagem breve sem mala.

Eu não sei aonde a estrada poderá me levar...

É como se, deixasse as asas para trás e a criança aqui dentro não brinca mais...

Triste saber quando alguém não nos enxerga como realmente é a nossa alma e essÊncia, e, assim , ela nos supõe.
Pior do que supor, é partir. Mas, sinceramente, algumas perdas são efêmeras demais, e eu não gostaria de perder uma unha sequer da mão que escrevo.

Uma pessoa me disse uma vez, que estamos tão emprestados nesta vida , que não merecemos rótulos.. hoje estou amando você, amanhã serei um pai de alguém...

Perder alguém é como sair de casa, para uma viagem breve sem mala.





E quando a gente volta, e voltaremos um dia, tudo será diferente, tudo no mesmo lugar, mas tão, tão diferente. 

Alguém me disse uma vez que AMAR REQUER CORAGEM ( Joseph Campbell )... e tanta gente nunca terá amor, ou amado!!!!

Estamos emprestados, nunca seremos " de" ou " para "... o certo é " estamos".

E pergunto ao teu coração, aonde está hoje você?

Quer sair?

Quer ficar? 

Quer sentir? 

Quer se amar?

quinta-feira, 4 de julho de 2013

KALENA KAI ....UM RECADO DE STEPHANIE



Palerma

cá estou a olhar pela janela e a dizer, puta merda de sol a escaldar lá fora, melhor apressar a pena e aproveitar.


Daí tu pensa, caceta, ela larga de falar comigo e vai em busca de aventura?


Sim, respondo eu, mas é claro, porque não haveria de ser?


Aproveito pois quero deixar a impressão desta luz maravilhosa não só em minha pele, se bem que, a pele merece um bronze a mais, mas quero este dourado a esquentar a minha face, frente aos dias escuros que poderão surgir.


E irão surgir, eu sei, o preparo vem à tempos.


E aqui , cada qual com seu perda não?


As mais pequenas e as mais volumosas são iguais, pois existe dor.


O pequeno corre, muito , demais pela casa, o que não é pouco, ele quer ganhar o mundo, quer pular a cerca , a arrastar o Labrador com ele, e dali, ganhar a rua, e subir a encosta.


Andrea é do vento, como eu também fui e sou, Andrea é da brisa do mar com gosto de sal e vento.


eu, sou gosto de mar, mas com toque de pimenta , pois cá meus lábios falam muito a ver com palavrões e xingamentos.


Pá, oras, sou confeccionade assim.


O Rizzo aperta a minha mão sempre, com carinho e proteção cadenciados.


Somente irá receber isso por depois de muito tempo. de lá eu já estarei a cuspir em tua cabeça nada reduzida...


Mas , vigia de longe os dois, pode ser? Combinado estamos?


Lego ainda comigo uma mágoa e algumas tristezas, pois uma pessoa faz-me falta, mas escolheu um outro lado de vida e costumes, então o amor que me resta, que não é pouco, mas exclusivo de alguns, guardado está, pois amigho, a vida repara, e corrige os erros que insistimos e ter, produzir e ferir,...


É , o homem bicho é ser doente, busca reparo em oficina , ou erva no meio das matas e campos, vai lá entender.


Olha, de longe, do teu país os dois a crescerem para nós sim, outro momento eu chego novamente para te puxar as rédeas, bater em tua bunda , daqui de cima, ou caso esteja, aqui embaixo, ergo o bambu e toco tua sola e outras coisas....


Beijo


Té!


( traduzido rapidamente do Francês )

segunda-feira, 24 de junho de 2013

ANDREA RIZZO PARTIU.


Os passos pequenos e curtos, mas com a mãozinha apertada ao pai, olhando para mim e sorrindo...Subiu aos ombros e ficou acenando..


Ficou a impressão de um lenço que balançou sozinho no ar..mesmo com tanta gente em volta, o saguão era para mim um frio avassalador no espírito.



Andre e Rizzo partiram!


sábado, 22 de junho de 2013

SAUDADE



Bateu uma saudade grande, que além de apertar o coração, diminui o tamanho do olhar...
















quarta-feira, 19 de junho de 2013

ESCOLHE







Está aí a vantagem de quem tem amigos e amores caseiros e fartos.

 Lágrima é para quem pode.

Sofrer é para todos, mas lágrima é para QUEM pode realmente.

 Se segue sozinha por um lado da rua, não queira dizer que está na contra-mão.

 Não importa!

 Seja feliz, quem quiser ser tbm, acompanhará e compartilhará da tua existÊncia. 



terça-feira, 18 de junho de 2013

A PRIMEIRA LÁGRIMA



Andrea, ainda com olhinhos rasos e avermelhados e um fungar em suas narinas, pegou o pen drive e o instalou com firmeza certeira na entrada da televisão, na suíte do hotel.

Acomodou seu corpinho esperto e suas perninhas rápidas olhando firmemente para  a tela de LCD.

"Oi meu príncipe,

Sua mama hoje fala sobre uma coisa que chega a incomodar muito quando cá estamos com idade mais tenra que a tua.
( aproxima-se da tela e diz )... quando falo de idade, nunca revela a minha hein?

Andrea acena a cabeça e sorri.

Então, irei dizer que meu tesouro rápido, algumas vezes as pessoas não são como pensamos ser,

não trata-se aqui de monstros e coisas que mudam, falo de pessoas filhote.

Queremos tantas vezes mas tanto, mas tanto que algo bom nos corra e de nada acontece!

E ficamos tristes não é mesmo?

-É. - responde o pequeno já com olhos mais secos e claros.

Então a gente põe a chorar e ficar a triste demais. Mas eu falo, não fiques assim meu tesouro.

Mama não quer ver a ti nunca a chorar em demasia.

Agora vamos trocar o presente e algo que queremos tantão por alguém que gostamos muitão!!!

Mas de repente essa pessoa não gosta assim mais da gente . E não avisa a gente que não gosta, ora essas!!!!

Andrea sorri e acena com a cabeça.

E então tem pessoas que não avisam isso, e a gente ou liga e a pessoa não atende. Ou nos corremos até lá o pátio da casa, e não atende a nós, ora essa!!!!

E outra de vez, essa pessoa fala e diz que  não quer conversar mais, e isso é de direito de cada um , incluindo o seu meu mimo!

Até quando a deixar de cear algo que não queremos mais cear. Deixamos de lado e vamos a experimentar outro sabor, outro doce, outro time, outra cidade, outra roupa.

Se alguém algum dia não desejar mais ter seu sorris e seu cheirinho gostoso , não te importa!

Tem assim de gente fofa e gostosa que quer teu cheiro, riso e gostinho de chulé!!!

Rindo!!!

Então pequeno fofo, deixa a pessoa de lado, não chora por essas que não desejam mais.

E você diz então.: Ah!! Mas eu gosto dele ou dela ainda.. ( imitando voz bem fininha de aguda )

Você, então continua a amar, do seu jeito, sem dizer, no sonho a pessoa percebe e recebe amor.

Deixa, a pessoa pode estar em tristezas mil, ou distante, não sabemos.

Deixa, passa, a pessoa e você segue adiante, e corre, corre muito contra o vento meu filhote.

Não entendeu? Segue diz que ama,mas segue em frente e não olha para trás, você é estrela e não planeta seco!

Tem muita gente querendo amar você, e não deixa que outra faça choros e velas.

Vai agora comer lanchinho que papa prepara, e amanhã você me ouve mais e vê.

Beijo meu amor."

Andrea Rizzo levanta do sofá, dando um pause no vídeo, vai até a TV e beija a imagem da mama.

PAPA!! Vamos ao restaurante? Quero cear!!!

continua...

sábado, 8 de junho de 2013

ESCOLHA


























- Até quando estaremos aqui?
- Eu não sei, mas será que tudo isso não tem um motivo?
- Ontem, foi explorar o quintal e amanhã?
- O que você acha?
- Bem, eu fiz a escolha de acreditar.
- E essa escolha é a melhor?
- O que posso é dizer que me empenharei ao máximo para que essa escolha na crença seja minha melhor resposta, pois investigarei o máximo que puder, para deixar-me em paz sempre que sair até aqui e olhar para cima de nós!
- Boa escolha!

quinta-feira, 16 de maio de 2013

SOMENTE LEIA SE VOCÊ FOR CRIANÇA



- Você está pronto?
- Eu não conseguirei voar daqui...
- Então , tire tua roupa...
- Mas está frio...
- Não, tire a sua veste de homem, lembre de algo que te fez muito feliz e te fez liberto.
Olho para o alto, e ao ver as estrelas, lembro do mês de julho, do frio, e da vontade de sair do chão...
A árvore, então, cresceu...
- Você pode ir agora...corra!



São perninhas bem curtas...mas após passar a grama e as árvores, consigo subir...da mesma forma quando dou risada, risada me faz cócegas na barriga e vontade às vezes de soltar pum!

Não tenho medo, a blusa ficou grande e virou capa! Aha! agora eu sou super!!!
Preciso passar e chamar algumas pessoas...

- Não tem tempo pequeno, voa e depois visita na janela!
-  Tá bom!
















- Nossa, como ficou claro tão rápido?
- Ué, você pensou , e o pensamento é mais rápido que o vento, e que as lâmpadas...
- Dá para a gente ir até a Lua? Queria escorregar nela e ver aonde caio.
- Pensa então...




- Xi, já tem gente conversando com ela!!
- Quem é?
- É uma menina de estrela.
- Pergunta se vai demorar com a Lua.
Eu subo mais um tico e vejo o sapatinho balançar da menina de estrela.
- Oi?
- Oi.
- Oi, você vai demorar aqui agora?
- Um pouco, é que a Lua me conta como faço para ter impulso e voltar pra casa...
- Você se perdeu?
- É, eu sai dos montes em um monte de bexigas e depois enrosquei nela e não sei voltar...
- Posso perguntar uma coisa Lua.
- Sim!
- Cadê São Jorge???
- Ah meu pequeno, ele agora está lá mais pro Alto ouvindo os pedidos...
- ahhhhhhhhh.., e o dragão?
- O dragão foi visitar a mãe dele...
- Ahhhhhhhhhhhhhhh - dissemos nós dois ao mesmo tempo.
- Pega no verde!!
- Aqui não tem verde, não vale enfiar o dedo no nariz pra tirar meleca!!!
A Lua riu!
- Ô Dona Lua, eu queria saber como fazer para ir lá na esquina, la na curva aonde o Sol vai embora descansar...
- No horizonte?
- Ééééééé!!!!!
- Sobe com teu amigo, que eu me viro e te jogo lá a menina de estrela se agarra e não vai agora.
- Tá bom! Sobe Murilooooooo!!!!!


- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii a gente foi alto demaissssss... quero descer....
- Ai Meu Deusiznhooooooooooooooooo
- Vamos devagar nadando e parar naquela casa de menina estrela!
- Tá bom!!!
- Bate na janela que ela abre pra gente!
- Tá!!!


- Oi!
- Olá.
- Obrigado por deixar a gente entrar...nossa! A gente veio alto demais...
- Quem empurrou vocês para cá?
- A Lua deu um empurrão, mas acho que como sou miúdo demais , subi mais alto...
- Que bom! Como você se chama?
- Todos me chamam de Murilo e esse é o Carlito
- Eu sou Stella.
- Legal!
- A gente tá com sede.
- Pega essa água de orvalho, tá fresquinha e ainda não saíram para jogar na terra...
- Hummmmmmmm
- Essa tem de hortelã e aquela ali é de gelinho com maçã!
- Você só podem ficar quando a parte de vocês estiver de escuro e dormindo né?
- É senão a gente fica ruim pra descer e a mamãe fica preocupada e esquenta nosso bumbum.
- Stella, o que é essas luzes laáá´do alto?
- Ah, ali pra cima tá Deus né.. às vezes ele passa assim vummm, mas ele passa uma parte né, Deus é tudo né..
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh - dizemos eu e Murilo
- E aquelas luzinhas que estão subindo e outras descendo?
- Ali, longe, são crianças que vão nascer. São esperança e fé , duas turmas super unidas , boas demais!!
- Sério?
- Sim, cada uma tem um bordado de amor, por que cada mamãe veio aqui pra cima e nos viu, e daí a gente fica tão mas tão feliz que espera a hora da gente descer de novo...
- A gente é de que turma?
- Vocês Murilo são da esperança e fé, Papai do Céu manda agora sempre crianças desta turminha. Precisa muito, olha lá, cada quanto vai para uma parte da Terra...


- UAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
- Mas Deus vai ajudar?
-Que pergunta Murilo???!!!
- Sim ajuda sim, olha ele sempre desce para lá pra baixão, ele passa a terra, e desce desce e vai visitar tudo e todo mundo de bom e de ruim, ele vai um teco de pequeno mas sempre pede para o filhão dele descer.
- E por que ele faz isso Stela? Quem vai?
- Ué ! Ele é Jesus Carlito!!!
- Ah é, verdade!!!
- Eu queria levar uma coisa para minha amiga Silvininha , mas eu Chamo de Silvica, ou Silvia!!!
- O que você quer levar?
- Pede para na gota do orvalho um pouco de essência de paz e carinho???
- Mas isso você pode dar sempre Carlito.
- Huahauhauhau
- Não ri Murilo! - fiquei sem graça
- Ah , eu quero como surpresa, ela não pode vir...
- Espera que vou abrir a mão e esticar lá fora!
Esprememos as cabeças para ver pela janela...e lá de cima, bemm lá de cima veio uma estrela azul clara, de verde e de vermelho.
Veio descendo descendo e parou na mão da Stela que sorriu e disse Amém bem bonito!!!!
- Ó! Essa é pra ela.
- O que é?
- Não posso dizer e vocês não podem abrir..
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh
Peguei e tava morninha morninha, Murilo sacudiu e ela fez nheco tcheco nheco nheco!!!
- Uia, parece que viva...
- Não mexe com ela, ela fica triste, ela vai pra casa da sua amiguinha Silvica!!!
- Tá bom!
- Então Jesus desceu hoje? Pra terra?
- Faz um tempão, ele passa , dá um beijo na testa de tudo que é criança e vai lá pra baixo... Eu fico de feliz da conta quando ele me beija!!! E ele fala - Brilha meu amor! E eu brilho e brilho
- Carlito, temos que ir, vai clarear, aqui o tempo é mais vrummmmmmmmmm.
- Stela, um beijo e obrigado,viu!
- Você vai descer quando para brilhar na terra?
- Ah! Mamãe disse para que já já.
- Beijo Stela.
- Beijo Murilo!
- Como a gente acha a casa da Silvica daqui de cima???
- Pensa no cheiro gostoso que ela tem e fecha os olhos.....
- Tá bom, vamos Muriloooooooooooooooooooo

VRUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM
Descemos rápidãããããããããõoooooooooooooo.
-Deixa a luzinha passar pela janela, ela entra e fica na cama da Silvica..
- Xiii, ela tá dormindo.... ué, cadê a noite mais clara???
- Ah né...
- Murilo!! O que você fez????
- Ah, enganchou e trouxe para ela!!!!




- Ahhhhhhhhhh a gente tem que devolver!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(CONTINUA )

quinta-feira, 2 de maio de 2013

DÁ ESSA MÃO LOGO

- Vai querer o quê desta vez?
- Deixa eu ver...
- Descafeinado, puro, maltês, irish cream, arábico..
- Péééraaa.
- Moça, espera que a noiva vai escolher, quando a senhora ficar pálida e perceber que o sangue está todo nas tuas pernas , se mexe para poder circular o sangue...
- Deixa de ser tonto, liga não moça, ele tem problema...
- Já paguei o meu, vou lá fora..
- Tá bom ,me espera para tomar junto senão o teu acaba antes e ainda você vem filar o meu.
- Aff, mão de vaca.
- A senhora deseja com açúcar mascavo e canela?
- Somente açúcar.
- Quer levar esses biscoitos para seu namorado?
- Deus me livre, aquela coisa lá , aquele inseto pernóico é meu amigo!!
- Desculpa, ...
- Nada não, não esquenta, mas eu amo ele assim mesmo. O que seria de mim sem ele? Olha só, parece que tem problema, fica colocando o canudo entre os dentes e depois acaba se machucando, parece criança...
...
- Fala cabrita, que pega agora...
...
- Que foi?
- Nada...
- Nada uma p###.
- Ele tem outra.
- Cacete Cláu....
- Segui ele até o Rio...
- Quê???
- Você me conhece...
- Não chora..
- Antes não tivesse falado, agora que choro mesmo...
Eu e minha boca grande...
O melhor que posso fazer é abraçar...
- Vamos embora daqui...
Encerramos o dia, olhando para o sol indo se pôr, na praia.
Minha camisa molhada, com gosto de tristeza e dor. E os olhos de Cláu , vermelhos...
Ainda bem que possuímos amigos e tempo.
Riem em nossas alegrias, e amparam-nos em nossas tragédias.
- Você promete não me deixar?
- Quer o nosso caixão beliche, ou king size????



segunda-feira, 22 de abril de 2013

SÓ?



O telefone tocou.
Atendi em meio a falhas diversas e pude ouvir a voz de uma pessoa muito querida, que já há algum tempo não tinha notícias reais...


Algumas lutas que travamos são diárias.
São momentos sem trégua contra nossos problemas, dúvidas ou fracassos, são momentos que pedem tempo para digerir, entender, e decidir.

Mas alguns problemas são bem mais sérios e atuam em nossas vidas, mesmo quando adormecemos, pois estão dentro de nós, formados em uma luta pela nossa própria vida quando se trata de uma doença muito mais séria!

Depois de conversarmos, abri a janela do quarto, mas ela não foi suficiente.
Desci ao estacionamento e entrei no carro, com música...que também não foram suficientes...
Desci a serra .



Somente assim tive um tanto de tempo, para pensar...
Mas para alguns o pensar envolve decisões para hoje e amanhã...

Uma das coisas que pude fazer e faço, é em meus momentos de recolhimento, olhar para essas pessoas, e vibrar o melhor que posso, para canalizar o que  vem do Mais Alto, para pessoas que amo muito. Ou mesmo, para aquelas que não me amam.


Não está fácil para ninguém, ouço isso muito.
E não está mesmo.
O mundo , esse quintal maravilhoso, continua o mesmo, um tanto doente às vezes.
Mas o ser humano, esse ser patologicamente doente, está mais do que ausente e em queda.
Sociedade doentia, acomodada e distante.

E tanta gente sofrendo calada, até mesmo auxiliando outras pessoas em total desapego de si mesmas.
Hoje , não é meu melhor texto, longe disso...
Hoje estou pensando na minha amiga, nesta recente aqui, no meu pequeno gajo português sem sua mãezinha, em meus familiares, amigos...

Hoje estou aqui pensando em você.
Em como podemos resolver, ou amenizar...



Sim, eu também, sofro, também caio, também perco e fracasso.

Mas, se eu , permitir um segundo somente para pensar em cair de vez na lama...

Estou aqui, somente para que saiba, que não estamos sozinhos, e mesmo, eu, bem distante de você,

estarei pensando e vibrando por ti!