segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

E LILIAN CONHECEU MURILLO

O que é escrever fora do seu mundo???

Ouvindo Legião Urbana...EU SEI....... cara, é como estar na garupa da tua moto descendo a serra....

Diminuir a velocidade, vai que você passa por aqui novamente e não te enxergo.

E Fernando Pessoa está corretíssimo, ..." as pessoas não morrem, ficam encantadas..."



Cansou de sentar ali não????

E esperamos tanto gente.........

Murilo e Lilian
É assim que somos....
Pequenos seres perante Deus,
em nossas burradas ou merdas feitas, nos erros idiotas ou nos premeditados...
...somos pequenas crianças tentando aqui e acolá...

Mas também acertamos, às vezes em cheio em tão pouco tempo.
Você chegou por trás da vida desta moça e abraçou-a tão devagar que quando ela percebeu...
...pá!!! você correu...

Não sei o que dizer quando encontrar Lilian...
É como dar recado para outro mundo...
...subir ao palco com 8 anos e um zilhão de pessoas olhando para você nuzinho da silva.



Perspectiva




Realidade
Chegando...
Eu busco na pousada a recepção...
- por favor a Lilian ( ...) está?
- Quem deseja?
E lá vai meu nome completo...
Tremendo, suando e com o estômago com sons indesejáveis...
Estou olhando para a rua...a rua está olhando para o mar....
-Oi!
Alguém quer que eu descreva a voz?
Eu me viro e encaro um par de olhos escondidos atrás de um óculos negro de armação e de limpas lentes, puro charme que minha sobrinha também realiza.
- Você deve ser...
Depois de tanto tempo eu estendo a mão!!!! (para ver em que nível de insegurança e zelo me dominam )
Ela olha estranhando o gesto e cumprimenta.
- Você chegou agora?
- Sim, exatamente agora, bunda quadrada...
Ela sorri, menos mal.Um saco de pão na minha cabeça iria bem.
- Você está com fome? Podemos ir no quiosque da rua debaixo, espetos...
Aceno com a cabeça...
Olho para a praia buscando você para me dar apoio, no que dizer ou como conduzir ...
Carrego dentro do bolso da bermuda fotos...
O silêncio é imenso, a caminhada lenta, como se estivesse andando no lado escuro da Lua.
- Você veio direto de São Paulo?
- hum hum - eu digo hum hum??? se mata cara, pelo amor de Deus....
Sentamos e pedi logo uma bebida alcóolica para ver se me dava força e coragem...
- Posso ver?
- Sim..é..claro - retiro as fotos em um envelope e as entrego...
- Se importa...?
- Não, claro!
Lilian levanta-se e caminha lentamente para a praia.
O suor desce pelo rosto e as mão brancas e pálidas.
- Cara, deixa de ser mole e vai falar com ela...
- Mas falar o quê?? Você tá louco, me poe em cada uma hein, pô meu que sinuca hein???
- Deixa de ser mole...ela não é linda?? olha o golfinho na perna como te disse...presta atenção..
- Caramba Murilo...
-Senhor?
...
- Senhor? Sua batida está pronta!
Pisco os olhos....estou ficando louco.Viro de uma vez só.
Lilian lentamente vê as fotos.
Algumas vezes aproxima tanto que parece querer entrar no papel. E sorri.
Ela caminha até o mar, e deixa os pés serem molhados...a calça jeans ...
Eu fico calado, ensaiando , ensaiando...
Mas, ela já sabe.
Foto
Ela olha para trás, tentando me achar.
Sei que devo agora ir lá e dizer.
Ergo-me....o mar e a praia estão tão, mas tão distantes.....kilometros...
Lilian diz mais ao longe:
- Por que será que eu pude viver mais em alguns dias do que todo este tempo na minha vida com uma pessoa que foi tão importante, mas que foi embora?

Ela olha para as 34 fotos!!!
- São minhas não?
Aceno com a cabeça.
Você acredita em vida após a morte?
- Plenamente!
Molhando os pés e entrando no mar.: - Eu nunca mais esquecerei!....
....
- Você poderia contar a estória da vida dele?
...respiro e pergunto:
- Quanto tempo você tem?
- Eu não irei dormir hoje - sorrindo
Então, sentamos à praia.

( continua )....

Nenhum comentário:

Postar um comentário