segunda-feira, 22 de abril de 2013

SÓ?



O telefone tocou.
Atendi em meio a falhas diversas e pude ouvir a voz de uma pessoa muito querida, que já há algum tempo não tinha notícias reais...


Algumas lutas que travamos são diárias.
São momentos sem trégua contra nossos problemas, dúvidas ou fracassos, são momentos que pedem tempo para digerir, entender, e decidir.

Mas alguns problemas são bem mais sérios e atuam em nossas vidas, mesmo quando adormecemos, pois estão dentro de nós, formados em uma luta pela nossa própria vida quando se trata de uma doença muito mais séria!

Depois de conversarmos, abri a janela do quarto, mas ela não foi suficiente.
Desci ao estacionamento e entrei no carro, com música...que também não foram suficientes...
Desci a serra .



Somente assim tive um tanto de tempo, para pensar...
Mas para alguns o pensar envolve decisões para hoje e amanhã...

Uma das coisas que pude fazer e faço, é em meus momentos de recolhimento, olhar para essas pessoas, e vibrar o melhor que posso, para canalizar o que  vem do Mais Alto, para pessoas que amo muito. Ou mesmo, para aquelas que não me amam.


Não está fácil para ninguém, ouço isso muito.
E não está mesmo.
O mundo , esse quintal maravilhoso, continua o mesmo, um tanto doente às vezes.
Mas o ser humano, esse ser patologicamente doente, está mais do que ausente e em queda.
Sociedade doentia, acomodada e distante.

E tanta gente sofrendo calada, até mesmo auxiliando outras pessoas em total desapego de si mesmas.
Hoje , não é meu melhor texto, longe disso...
Hoje estou pensando na minha amiga, nesta recente aqui, no meu pequeno gajo português sem sua mãezinha, em meus familiares, amigos...

Hoje estou aqui pensando em você.
Em como podemos resolver, ou amenizar...



Sim, eu também, sofro, também caio, também perco e fracasso.

Mas, se eu , permitir um segundo somente para pensar em cair de vez na lama...

Estou aqui, somente para que saiba, que não estamos sozinhos, e mesmo, eu, bem distante de você,

estarei pensando e vibrando por ti!

Nenhum comentário:

Postar um comentário