sexta-feira, 12 de abril de 2013

VICTOR HUGO FOI EMBORA...




Ontem olhei pequenas imagens...
Imagens em preto e branco que acabaram por se tornar o cotidiano de várias pessoas.
Não existe nome que possa retratar a perda de um filho frente aos seus pais.
É uma dor calada que consome a alma, até que um dia todos se reencontrem.

A visão que consumiu minha noite é do pai, sentando em um banco, olhando para o vazio...
A dor que consome meu sono, é a da mãe que envelheceu anos em questão de dias.
Essa dor, que consome através do silêncio é pior que a saudade, pois não houve possibilidade de despedida.

Os pais entregaram o Hugo, esse jovem , ao mundo , para que ele pudesse ser parte, entregar-se com paixão pelo que amava e pelo que aprendeu a amar...

Mas , o Hugo não voltou.

Os pais voltaram para casa sozinhos...

Enquanto que na calada da noite, uma mãe , acompanhou seu "filho" até a Vara de Infância e Juventude, para este "jovem " ser encaminhado para a Fundação Casa, para medidas "sócio-educativas"...

Essa mãe, empresta agora seu "filho" para que possa ser corrigido...

Agora essa mãe é mãe, não irei julgar o que ela fez, ou tentou fazer por este menor, o que passaram em vida, sofrimento e dores etc etc, mas por que este jovem foi com sua mãe? Aonde estava ela no momento do furto de um simples celular? Aonde estava quando da compra desta arma? Ou dos três delitos anteriores realizados por ele???

Somente tenho uma coisa a dizer, a maior culpa , é de quem puxa o gatilho, pois hoje e já à algum tempo, existem váááááaárias ações sociais de ONGS, empresas, igrejas e movimentos que buscam ajudar aos menos favorecidos, com cursos de diversos setores, e categorias. Não há desculpa para se dizer que ele nunca foi auxiliado, em algum momento de sua vida, miserável ou não, ele recebeu uma mão estendida.

Não tenho pena, talvez um tanto de compaixão...

Direitos humanos não visitaram os pais no enterro...ou quando ele, sentando em seu banco, a perfeita imagem do vazio existencial, ficou ali, olhando para o nada...

Fica aqui meu repúdio à qualquer tipo de violência e minha solidariedade a qualquer mãe, pai que perde seu filho ou filha desta forma...

E o Hugo, não voltou para casa...

E nós, voltaremos hoje para casa?

Seus pais ou filhos , voltarão para seu lar?


3 comentários:

  1. muito lindo o texto ,mas uma pequena observação esta mesma mãe k leva seu filho para pagar por seu erro esta mãe tbm é digna de solidariedade porque nenhuma mãe no mundo quer seu filho perdido pelo mundo ou debaixo de uma terra fria por desrespeito a humanidadeaos nossos governantes k simplesmente fecha os olhos para a marginalidade infantil quando nos iremos chorar por nossos filhos debaixo de uma terra ou mesmo num instituto falido esta mãe tbm sofre ñ sabemos o k esta atrás desta cortina sendo k o palco somos nos mesmo k ñ fazemos nada para mudar isto.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, não estou julgando a mãe, mas existem mães e mães, pois lido com isso à 10 anos em trabalhos assistenciais aonde muitas mães não fazem a menor questão de instruir ou auxiliar, ou encaminhar sua prole, mas também vemos mães e mães-avós, mães-tias, mães-pais que se doam de forma incondicional, repito, quem puxa o gatilho, fez por escolha própria!

    ResponderExcluir
  3. o problema está na quadrilha politica organizada que trabalha para fins próprios. Minha ma~e faleceu pque faltava equipamento médico. Será qur não houve desvio de verba, corrupção. Vamos voltar nossa atenção a vereadores, deputados e senadores. Essa corja não se preocupa em votar leis, se preocupa em cuidar dos interesses próprios. e o povo fica abandonada, a deriva na miséria.

    ResponderExcluir