quinta-feira, 2 de maio de 2013

DÁ ESSA MÃO LOGO

- Vai querer o quê desta vez?
- Deixa eu ver...
- Descafeinado, puro, maltês, irish cream, arábico..
- Péééraaa.
- Moça, espera que a noiva vai escolher, quando a senhora ficar pálida e perceber que o sangue está todo nas tuas pernas , se mexe para poder circular o sangue...
- Deixa de ser tonto, liga não moça, ele tem problema...
- Já paguei o meu, vou lá fora..
- Tá bom ,me espera para tomar junto senão o teu acaba antes e ainda você vem filar o meu.
- Aff, mão de vaca.
- A senhora deseja com açúcar mascavo e canela?
- Somente açúcar.
- Quer levar esses biscoitos para seu namorado?
- Deus me livre, aquela coisa lá , aquele inseto pernóico é meu amigo!!
- Desculpa, ...
- Nada não, não esquenta, mas eu amo ele assim mesmo. O que seria de mim sem ele? Olha só, parece que tem problema, fica colocando o canudo entre os dentes e depois acaba se machucando, parece criança...
...
- Fala cabrita, que pega agora...
...
- Que foi?
- Nada...
- Nada uma p###.
- Ele tem outra.
- Cacete Cláu....
- Segui ele até o Rio...
- Quê???
- Você me conhece...
- Não chora..
- Antes não tivesse falado, agora que choro mesmo...
Eu e minha boca grande...
O melhor que posso fazer é abraçar...
- Vamos embora daqui...
Encerramos o dia, olhando para o sol indo se pôr, na praia.
Minha camisa molhada, com gosto de tristeza e dor. E os olhos de Cláu , vermelhos...
Ainda bem que possuímos amigos e tempo.
Riem em nossas alegrias, e amparam-nos em nossas tragédias.
- Você promete não me deixar?
- Quer o nosso caixão beliche, ou king size????



Nenhum comentário:

Postar um comentário