sábado, 8 de março de 2014

Até Sempre: E DO VERMELHO, E DO VERDE.

Até Sempre: E DO VERMELHO, E DO VERDE.: Não me fale da menta. Eu tenho âmbar. Não me jogue à cara o que me disse em palavras Pois se existe asfalto, é nele que piso. Ah,...

Nenhum comentário:

Postar um comentário