domingo, 20 de abril de 2014

JESUS



E, Jesus seguindo por uma estrada parou para admirar a beleza do mundo, e viu pessoas ao longe, em seus afazeres, outras a pescarem entoando cantigas .

Pouco tempo se fazia de sua crucificação, e parecia que para alguns o mundo era exatamente a mesma coisa.

Jesus sorriu, como somente um sorriso do tamanho de todo o horizonte pode oferecer, abarcar e confortar.
Nisso vieram crianças e o cercaram. Várias, que vinham de perto do lago e da cidade.

- O Senhor é o Jesus disse uma menina de vestes azuis da cor do céu da manhã.
- O que pequenina quer saber? - disse o Mestre tocando o rosto suave da menina.
- Quero saber de ti, por que a minha mãe disse que ontem mesmo viram-no ser crucificado lá - e apontou para o oeste.
- Estou aqui meus pequenos, e sempre estarei contigo.
- O Senhor não morreu em verdade? - comenta um garoto com as mãos entrelaçadas.
- Nunca meu filho, nem eu nem tu padeceremos deste mal, somente as vestes vão, os tempos e as nuvens.
- Nós queremos saber para onde segue tu agora Jesus.
Jesus sorrindo sempre, abraçou com suas mãos a todo o grupo e disse baixinho:
- Acordar a todos que precisam de agora em diante!
- Minha mãe chorou ontem ao ver o senhor pregado e cansado...
- Ontem foi um dia , hoje é eternidade meu pequeno, lembra-se de mim sempre aqui - e apontou para o coração do pequenino - e para aqui - e mostrou ao redor toda a beleza do mundo.
O tempo estava belo, um sol ameno e aves e animais se aproximaram de tanta beleza que o Mestre irradiava.
- Não esqueças de uma coisa, todos aqui tornar-se-ão jovens e adultos feitos, mas mantenham estas perguntas e estes sorrisos sempre dentro da alma de cada um.
As crianças sorriram e gritaram de alegria.
- Preciso seguir agora, avisem e contem a todos que eu amo com todo a minha alma a cada um de vocês.
- E do meu cachorro senhor Jesus?
- De todos, pequenos e grandes, bravios e mansos.
Abençoou a todos e seguiu a estrada, as crianças sorrindo e felizes viram que aos poucos ele se distanciou e foi se tornando parte do mundo, transparente, transparente...
Um silêncio imenso tomou conta das crianças alegres e algumas chorosas de alegria indescritível.
E uma delas, que não podia ouvir até um dia antes, deu um grito de alegria e gritou para a estrada:
- Obrigado Jesus, estarei sempre com o senhor!!
Correram para a cidade, para mais uma Boa Nova!

Nenhum comentário:

Postar um comentário