terça-feira, 12 de agosto de 2014

ROBIN WILLIAMS

Realmente que haja um paralelo que se confunda no horizonte das pessoas que fazem da vida a arte, ou trazem a arte para a vida das pessoas...os palhaços, os comediantes, os arlequins, bobos da corte, atores e atrizes que fazem rir...os escritores, os poetas, os que sofrem mas dão alegria, ...

Vendo as notícias de perdas de pessoas que nos deram sorriso e alegrias, tiraram lágrimas de felicidade ou aflição, partirem em silêncio e em completa solidão...

É de se pensar realmente como estamos por dentro, o que se passa na tragédia humana desses que nos dão alegria, mas que talvez lá dentro perdem-se em personagens ou buscam-se...

Não julgo nada nem ninguém, prezo somente amor e alegria ao que nos deixaram e deixam, uma herança que só é possível para aquele que acredita, mesmo que sofra por dentro, mas acredita que possa trazer um pouco a mais de alegria para este mundo tão descolorido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário