quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

A CANETA É MAIS PODEROSA QUE A ESPADA








Desde muito tempo que ainda vemos exemplos na dor e no medo.

Muitos tentaram mas poucos persistiram em escrever, relatar e denunciar.



Muitos calaram-se não pelo medo, mas pela morte dolorosa e potente sobre seus corpos, mas nao em suas mentes.

O homem vem matando com golpes de espada, mas mesmo a letra, antes morta, persiste como idéia por muito tempo como carvalho no tempo.



A violência que hoje assistimos como em um video game, assusta e choca pois é um simulacro.

É estranho e triste ver que estão tentando de qualquer forma calar as vozes de tantas pessoas, ou através da música, da escrita, do verso, da poesia, do desenho...

Mas devemos resistir, em silêncio colorido, nas escritas e palavras, letras e simbolos.

Até onde? 

Até onde nossos filhos ou netos e netas continuarem a pegar um carvão ou lasca de pedra e desenhar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário