quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

TDHA - INFÂNCIA TOMO I



O sino bateu anunciando a aula, e mais um dia.

Formação em fila , algumas conversar e seguir até `a sala.




Livro aberto sobre a mesa, caderno, caneta, lápis

E a aula de matemática correndo solta, professora empolgada, daquelas que não se encontram mais.
Álgebra . E olhando pela janela com as cortinas recolhidas viu um sol maravilhoso.

A mente foi muito mais rápida.
Viu o sol, o mar, a praia, e um Mustang P-51 sobrevoando a costa.


E lá comandando e acertando o manche com a mão direita ia ele olhando por cima , capota sobre sua cabeça, procurando alemães e o trem que deveria estar por estas bandas...
Deu um looping e desceu rasante sobre o mar, vendo o brilho das ondas esverdeadas do mar do norte.
Longe viu crianças em uma casa simples, modesta, que acenaram para ele, contentes talvez, ou, porque nunca tinha vido uma aeronave daquelas.

- Carlos!
- Caaaarlos!
Piscou assustado.
- O que foi que eu perguntei agora?
- Hã professora?
A sala inteira ri.
A professora não ri, mas contrariada chama a atenção dele .
O garoto se fecha, calado e rabisca em seus cadernos, sempre gostou de escrever, mas isso não era coisa para menino.
Recebe uma canetada na cabeça e lá vão começar a caçoar dele de novo.
- Ou você aprende esta matéria ou vai apanhar de mim se na prova eu não souber...
Suor e nervoso, tenta prestar atenção.
O pézinho não para  um minuto na carteira, misturado ao medo de apanhar, lógico que o outro "colega" tinha o dobro do tamanho dele.


E ficou lá para o martírio da aula, esperava mesmo ciências, desenho, português e redação. aonde era o rei da sala de aula, com seus contos que todos adoravam ouvir...
Eram poucos momentos, mas felizes para ele, que ouvia música clássica e também sertanejo de raiz, adorava ficção científica e queria ser piloto de avião ou detetive por causa da série Columbo.

( continua )

Nenhum comentário:

Postar um comentário