segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

GERAÇÕES X Y E P!








É FATO que quem dita o consumismo também dita as regras do jogo ao tratar pessoas como gerações , e gerações como números ou letras.

É NOTÓRIO vermos o glamour das letras desfilando em letras garrafais, em livros, etiquetas, matérias pagas, revistas, programas em televisão e mídia em geral sobre as gerações!!!

E vemos um aumento absurdo no consumo de medicamentos , abre aspas " para tratar de depressão", o famoso e silencioso Demônio do Meio Dia.

Quanto maior a letra da geração , maior a pressão sobre a receita infalível do sucesso absoluto, custe o que custar.

Nunca vi uma geração tão perdida e carente, que necessita de ouvidos e mãos estendidas.

Uma geração tecnologicamente avançada, mas distante de si mesma, em busca de essenciais necessidades de propaganda de margarina , ou carro do ano, mas muito, muito distante de sequer poder monitorar e identificar seus próprios sentimentos.

Uma geração que não tolera a perda irreal , mas sim,  supositória ( leia-se aqui desta forma mesmo ).

Geração fabricada com o ganho fácil, ou na ponta da lança, o outro resto, que pouco acesso tem, ou muito raso de uma realidade completamente distorcida.

Tablet não faz você amar alguém realmente que não lhe suporta.

Não trás seus pais de volta numa separação dolorida.

Celular de última geração cria paredes de vidro, à prova de sons e balas de menta, ou jujuba.

Uma geração que crê tudo possuir, mas somente não tem o essencial: a si mesmos.

Não se pertencem, não se identificam por essência, mas por carências em busca de rombos internos a serem preenchidos por qualquer forma que os tire da realidade que estão dia após dia.

É a cerveja do momento, a música da hora e a droga que nos faz pensar melhor!!!!

Mas somente cada uma sabe a fuga que busca, quando pousa a cabeça no travesseiro e o quarto, acompanhado de hotel ou de casa, fica vazio e no vácuo da desistência.

São frustrados por natureza, dos pais ou não.




GERAÇÃO P = PERDIDA.

e QUANDO O CALO APERTA E BUSCA SOLUÇÃO NA MEDICINA, querem urgência na pílula mágica.

Mas correm atrás do próprio rabo.

São inteligentes demais para perderem tempo em descobrirem os fantasmas que andam de braços dados a cada gota, cada comprimido para esquecer .

Mas quando a sufocante porta fecha e os narizes se quebram, como desonra preferem a morte em alguns casos.

20 suicídios por dia, somente em nossa cidade, alarmante!!!!

Sem considerar o suicídio que levará no decorrer de uma vida inteira.

Pobres ricos , em seus confortos que pele alguma poderá livrar do frio da alma vazia.

Pobres pobres que lutam para sobreviverem mas alimentando-se da mesma fortuna suja da comunicação de hoje.

Saudade da rua, da mamona, da bola, da lata, da queimada...

Somente iremos aprender realmente na dor, DAQUELA DA ALMA, somente essa faz o espírito crescer e PRINCIPALMENTE, AMADURECER.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

PARA MEUS AMIGOS, NOS DIAS QUE NÃO SÃO TRISTES, AINDA.




- Quem disse que será fácil?
Essa foi Tetê pondo a mão em meu ombro por trás de mim, enquanto sentia a brisa fria vinda do mar, apesar do sol, havia tristeza.
Somente puxei um respiro do fundo das costelas ( pois os pulmões já estavam cansados ).




- Hein? Quem disse que seria fácil para você?
Silencie.
- Sem preconceito, se tiver que tomar teu remédio, faça isso, pois o sorriso e as lágrimas serão somente teus. O que as pessoas não conhecem geram medo. E o que conhecem e não entendem geram preconceito. E é isso que o mundo poderá ter. Pois o mundo não será obrigado a mudar para te entender. Não será obrigado a parar para você entrar pela porta mais estreita.
Olho para baixo. Para a areia.



- Ergue esta cabeça!  Olha nem que for para o horizonte, mas dá uma razão para você mesmo de estar aqui.
Longe o sol alto, mas frio, e navios seguindo para outros lugares.
- Então? Hoje é você aqui, lá em alguma casa, é uma mãe com filho que sofre sozinha, ou um executivo bem sucedido que sofre com tédio olhando para fora do prédio achando que a comida não tem mais gosto. É a jovem que não é entendida, que não rende na escola. É o namorado violento que não se conhece por ser assim, é você que finge uma felicidade que deve ser conquistada somente por você, quando você se conhecer realmente a fundo.

- E isso não depende de mais ninguém. Se for, peça ajuda, a quem realmente se importa profissionalmente ou não. Quem sabe das tuas dores? Quem pode mensurar o que dói na pele?
Nos ossos? Na alma? E por que não buscar sentido , se não acha sentido? Idade? Que se dane. É tua vida, são seus respiros, são tuas lágrimas que ninguém pode sentir o gosto. Levanta e busca teu remédio .


Ergui-me e fui ao carro, abri o porta-luvas e tomei minha medicação que era necessária e ponto final.
Virei-me para o mar e você não estava mais lá.
Sei que vem para mim quando a coisa aperta, quando o gosto doce fica um pouco parecido com bitter.
Ou quando silencio e não escrevo tanto.
Respiro, 2° round.
Praia ou subir a serra.
Sempre haverá alguém a nos ouvir, entender e auxiliar!