segunda-feira, 23 de março de 2015

AO SE FAZER MÃE

...tive que traduzir a tradução que veio do Rizzo...um pequeno diário, guardado pela mãe do pequeno, aonde retrata sua descoberta:
mamães, peguem a caixa de lenço...


Por estar incomodada com os resultados do projeto realizado para o centro de desenvolvimento , resolvi sair pelas ruas , para diminuir a sensação de frustração. E percorri as ruas com pedras pequenas e seixos no gramado.
Parei uma vez mais e como de costume, pedi minha matinal de leite e café, acompanhada de um waffle com baunilha.
Após a primeira mordida, senti algo estranho, um estranhamento não de mal estar, mas um estremecimento, um arrepio e uma sensação que nunca havia passado.
Sim, continue pelo menos o pouco do café, mas deixei tudo ao meu lado, olhei para o noticiário, algumas pessoas em torno, mas senti que deveria sair dali.
E o fiz, resolvendo voltar o caminho , não para o estúdio, mas para casa.
E esse estranhamento fez-me parar em frente ao boticário antigo daqui.
Olhei para dentro, como se sentisse que deveria entrar. Como se alguma breve mão me conduzisse para após a soleira azul. E assim o fiz.
Minutos, e estava em casa.
E sentia-me angustiada e com ansiedade.
Abri a caixa com extrema angústia, trêmula e fui para o banheiro.
Sentia a pulsação na garganta e no pescoço como se o coração quisesse subir aos olhos e ver o que ocorria de fato...
Alguns minutos e a vareta com dois pontos vermelhos...
Grávida.
Sentei ao chão, e não ouvi som algum do mundo lá fora, tudo ficou em completo silêncio.
Fechei os olhos e senti algo que nunca mais sentiria.
Senti um breve toque em meu ombro esquerdo, como uma palma de mão sobre ele, não quis abrir os olhos e comecei a chorar.
Não choro de tristeza, mas de respeito e emoção, nunca sentida antes.
Levantei de olhos ainda fechados e os abri, olhando pela janela e vendo a cidade...
grávida!
Daquele momento em diante, eu nunca mais pensaria em mim, mas em NÓS!
Daquele momento em diante, éramos DOIS, para todo o sempre!
Seu nome será Andrea. ! E eu, sou tua MÃE!
Sthepanie Gianc

Nenhum comentário:

Postar um comentário