quarta-feira, 29 de julho de 2015

QUANDO SE BRINCA COM A DOR DO OUTRO





Errar é um processo lento,
que amadurece através do aprimoramento do conhecimento.
E, quando conhecimento é transportado para entendimento e compartilhado , torna-se sabedoria

Devemos aprender com nossas dores, essas mais fugazes, mas também , aqueles que entranham-se pela alma, e escorrem pelo olhar.

Olhar de homem também transborda a alma retalhada, ou marcada, com tatuagens dos amores em atos daqueles que nos ferem.

E, sem sabermos, como um murro no rosto, as pessoas que apreciamos , partem deixando a marca da dor e a violência do desprezo.

Esse desprezo que vem travestido de mentira sincera e desculpa sem super bonder.

Até entendo quando não sabemos traduzir sensações e sentimentos,
mas depois do deixa a vida me levar...dizer que não era bem isso, já é outra história.

Se de certa forma, permitimo-nos o envolvimento e nos doamos também, é esperado sem cobranças um reciprocidade em relacionamentos.

E esse crescente envolve o zelo, o dizer eu te amo, o olhar no olho na hora da transa, do gozo, do grito e do adormecer abraçado permitindo a essa pessoa, o melhor e mais calmo , prazeroso e seguro lugar do mundo, sobre o peito do homem que ela diz amar.

E envolto nas pernas esquentando o pé minúsculo de menina mulher linda.

Uma hora quer casar, outro momento diz do nome da filha, e Lira pra cá e Lira pra lá, até com vestidinho de caveira da Pça Benedito Calixto já vale.

E dá-lhe mensagem no "zap-zap" da vida.

E diz que ama, que sente falta, e dá zelo, e ri , e abraça e quer ficar, e diz que namorou pra esquecer você mas não conseguiu, ...

E num hiato de 06 meses, eis que surge e te reconquista, dando sinais de volta, de busca e interesse.

E você vai lá e faz, e e fica, e cuida e segue junto...

Para depois, simplesmente a pessoa dizer, ah me enganei!

E você pergunta: OU você sente e racionaliza ou ganhou o Oscar do mau caratismo.

E a pessoa responde dizendo ( deixando suas lágrimas rolarem por pena de você, pobre coitado ), eu nao sei!!!

Está aí a receita do bolo.
A cereja em cima.
A queima de fogos...

E a pessoa diz, ah preciso ficar sozinha.e já não ficou tanto que saiu de 19 anos, para embarcar em outro e depois outra e depois eu de novo e depois diz que não consegue ficar só, mas tem que ficar, que não consegue acertar os pensamentos e diz ser auto-suficiente...

E você ama e diz, o que faço então, com este amor, que você me conquistou?

E ela diz, eu não sei...

E diz , adeus!

E sai pela porta do carro, e no choro talvez de alívio olha para você...

E haja bloqueio agora no whats up, em celular e facebook...

E VOCÊ, LIGA O CARRO

e deixa a alma dizer um canto triste de inverno

e volta , para sua casa, esperando que um dia, tua essência , posta em campo,

decante com os dias e te dê esperança de estar feliz, por alguém que você sabe, que você não irá esquecer jamais...mas que jamais a verá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário