terça-feira, 11 de agosto de 2015

EU (NÃO) ESTAVA LÁ


Quando desci a encosta e sobre meu pé esquerdo o solo cedeu, sofri uma queda espetacular.




As aulas de natação foram infrutíferas!
E ouvi , ao longe, palmas.
Talvez pela queda, ou pela dança.
A verdade é que estava lutando pela minha vida!

E, após ser queimado pelo sol, e pelo cansaço, consegui sentar-me aqui.
isso ocorre na vida de um ser humano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário