quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI, VÁ MAIS ALÉM!



Sim, sou eu que estou olhando em seus olhos.
Dizendo para que tenha um pouco mais de calma.

Se eu já enxuguei a sua lágrima, é porque eu sinto o que você sente!


Eu quero que você tome ar.
Esse ar deve ser fora da sua caixa, ou da sua xícara.

O ar que lhe desejo é carregado de cheiro de terra molhada,
de ozônio antes de tempestade,
de sol saindo entre nuvens,
de música para ser ouvida com vidros abaixados.

O sorriso que passo para ti, entre suas mãos,
é do recém nascido ao sentir sua mãe.

Olho para teu ombro,
aonde você deve depositar também esperanças
e não ser o suporte do mundo.

É a dor que deve passar,
é a vontade em cima do desejo,
a vontade de persistir.

Porque , sim, você seguiu aparentemente sozinha(o)
Mas não de sombras que são feitos nossos caminhos.

Será, será que tudo se perdeu?
Creio que não, a tua força que provem do amor de tantos que lhe desejam o Bem,
é o misto de esperança e fé, vontade e persistência, medo e dor.

Sempre!


Da Minha Vida!

Segue mais um pouco, respira aquela ar que te falei,
olha para trás e deixa as amarras livres dos pulsos
e principalmente do coração e alma.
Desata,
mas nunca rompa!

Deixo aqui minha parte,
de agradecimento e amor,
de gratidão e vida.
Da minha paixão pela estrada.
E por você!

Seja feliz!


FELIZ 2016 E FELIZ O ANO TODO!


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

CARTA DE DESPEDIDA...








O texto abaixo preserva a identidade das pessoas envolvidas.
Uma menina, para mim cometeu suicídio aos 19 anos, e depois de três semanas, achamos a carta que deixou para seus pais...aqui, serve como um alerta, como um desabafo, de quem aqui escreve, chorando como Homem sensível e amigo que se despede de #####.




Mãe, primeiro a senhora, não porque me pôs no mundo, mas porque é a sennhora.

Me perdoa mãe mas para mim não deu mais.

Eu vivo como que arrastando o coração socando pra dentro da boca e do peito.

Quando choro e quando consigo parece ácído na minha cara.

Não , a senhora não tem culpa de nada.

Eu que nasci quebrada demais, e não aguentei as dores que a vida nos dá tão cedo.

Papai me mostrou essas dores e como combatê-las quando posso

e aceitá-las quando devo.

Mas para meu corpo e alma não foram suficientes.

A angústia cresceu e a ansiedade não mataram por somente ter um coração bom.

E quando falo bom, é bom o órgão.

Pai me desculpa

me desculpa mesmo

Não consigo mais

so nao consigo.

Eu fingia dormir para acalmar voces quando iam no quarto

mas o corpo engana mas a mente não.

Me perdoem por favor, eu nasci quebrada

Eu nasci quebrada

Amo voces pra sempre.