terça-feira, 12 de julho de 2016

INDIFERENÇA







A indiferença surge por opção.

Não é imposta jamais a qualquer pessoa.

Ninguém lhe obriga, ou intimida.

É pura e simplesmente uma escolha... como tantas outras.

E toda escolha elege uma consequência.

E estamos preparados para tal?

Se a vida, independentemente das energias que movem o planeta, é ação e reação;
não tardará o momento em que a carícia retorna, ou o tapa lhe vem ao rosto.

Muitas vezes estarmos certos não é garantia de êxito.
O que quero dizer é que tudo é energia e movimento, sob suas leis imutáveis,
tudo que realizamos de bom, ou de ruim  reverbera ao nosso redor, e principalmente dentro de cada um de nós.

Por isso, que temos opções.
Cito a indiferença como um dos sentimentos mais afiados e cortantes que possa existir vindo do " ser humano".

Mas, o tempo, sábio conselheiro mudo aponta a falta, não como culpa, mas como promissória a ser quitada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário