segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

MARÍLIA



Marília  desceu do ônibus.
Trazendo pouca mochila, mas muita bagagem dentro de si.

Sabe aqueles dias de nuvens carregadíssimas que desabam rápidas e depois o sol surge? Quando o asfalto reflete dourado e o evaporar da água?



Essa era a estrada , exatamente assim. A chuva passou por ela e seguiu para a capital.
Marília acreditava que isso seria um bom sinal, em vista do que já tinha passado.

Marília estava exatamente certa.
Preferiu seguir em frente pelo acostamento direito.
Aquele cheiro de mato, capim gordura, vento , ozônio e cigarras...

A liberdade que Marília pediu, aquela tão sonhada, exigiu mudança dos olhos quando se olhavam para cima à noite.
E para ter paz, ela buscou a guerra externa.
E para manter-se em calmaria, despejou palavras certas e incertas para as pessoas corretas a receber.

Negou finalmente o abuso.
Rejeitou a rejeição.
Acertou seu cabelo.
Aceitou seu medo.
E bancou...


Deixou um beijo no irmão pequeno.
Beijou a mãe e só.

Marília não sabia , mas estava no caminho certo.
Mas sabia que dentro de toda a carne, e do sangue estava ali o coração sem espinhos.
Marília seguiu em frente...




Lá longe ouvia os raios caindo impiedosamente na capital...
E como disse a vó Chica, "...não olha para trás  nunca mais, dor,  que fique nas costas e não no coração."

Vó Chica tá certa  - pensou.

Sorriu, um dos melhores sorrisos que poderia ter .
Ajeitou a mochila e acalmou os passos.

Marília seguiu pela estrada.



quinta-feira, 16 de novembro de 2017

VAI EMBORA NÃO MEU PRETO




Ah, deixaste teu cachimbo aqui.

E foi embora.

A diferença é que nunca me pediu para ficar.

Nunca pediu para crer.

Nunca pediu para seguir.

Mas mesmo assim, você sempre veio.

Sempre em silêncio, com olhos carregados da noite de estrelas.

Mesmo com os pés descalços não me pediu sandálias, 

muito menos favores!

Vai embora não!



segunda-feira, 2 de outubro de 2017

ESSA É PARA VC TDAH!







E daí mais uma vez você recebe a carta de demissão, dada pelo teu superior falando que a parceria não deu certo, ou que, você não atingiu as expectativas da Empresa e bla bla bla...

Vou contar aqui meu amigo e minha amiga  ( estou puxando a cadeira aqui para mais perto de você ) e te falar uma real de um pessoa que admiro e que está passando um verdadeiro c###.

Separado, sem filhos, com dívida do carro em seu nome, desempregado , morando de aluguel e tendo que deixar o imóvel em 15 dias pois o proprietário precisa do local...

E agora?

Por onde começar?

Ah! Detalhe, não está tomando as medicações nem Ritalina, e parou com a terapia pois cortaram sumariamente seu plano de saúde... Só está a base de Depakote...

" - Acordei hoje, no sofá da sala, literalmente apaguei ali mesmo e acordei na mesma posição em que deitei.. acordei as 6:00 da manhã e lembrei que estou desempregado.

Mas não contei para minha mãe senão ela surta ( de novo ) e a família irá cair de pau, acusando apontando e dizendo mais uma vez como eu fiz aquilo, isso etc etc..

- E como está fazendo?
- Enrolei a mãe semana passada pois fui demitido faz duas semanas e estou com o carro da empresa que irei devolver amanhã. daí ela pensa que estou trabalhando. Estou sem carro agora, devolvi hoje e estou a pé...
é tudo muito ruim sabe, uma sensação de fracasso novamente, de tentar , tentar e não conseguir, de quando tomar as decisões sobre saúde, estudo, trabalho, daí vem essa rasteira... Agora tenho que mudar em 15 dias , correr para dar certo já que não tenho fiador, não tenho dinheiro pro depósito , e muito menos seguro fiança...



Respirou, pôs a cabeça entre os joelhos e respirou bem devagar...
Soltou um suspiro longo  e profundo como que querendo ter todo o ar do mundo dentro de si.

- Pensei em entregar tudo cara, penso em deixar tudo aqui, pegar a mochila e sair, entregar os pontos...

Fiquei calado.

- Pensei em me matar, ( de novo ), mas não, minha religião não permite rrsrss.

-E o que você pode fazer exatamente agora, sem perspectivas?

- Seguir em frente cara, não tenho mais nada a perder, um dia após o outro, focar quando dá na tela do computador e estudar e buscar emprego e crer em Deus...

Deu a mão para mim, agradeceu o café e saiu pela porta da frente e ganhou a rua em completo silêncio...


continua...

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

EU NÃO ME IMPORTO COM VOCÊ.




Eu sou um misto do que respiro dentro da educação e saúde.

Exatamente a ciência de saber ouvir, tentar entender, mas compreender e esclarecer.

Essa é a minha Psicologia.

Caminhando hoje , pelas ruas de SP, como muitas vezes que faço e fiz, uma coisa pôs me a refletir sobre nosso futuro e como temos caminhado à passos de formiga, num vetor estranho, imprevisível e sem rumo.

De um lado temos a sociedade que segue seu caminho em velocidade de cruzeiro. E do outro lado, temos muitos, milhares e milhões que, estão dentro do mesmo vetor e também em outro! 
Peraí, estamos em uma conjunção então?!

Vamos direto ao ponto.

Eu não me importo com você...se você é homossexual, hetero, bi, pan etc..
Não me interessa a sua cor de pele, nem teu tipo sanguíneo, ou muito menos seu credo religioso (caso possua algum ).
Não me importo se você possui ou não alguma limitação ( salvo aquela em que você realmente necessita de cuidados especiais para sua essência de vida ).

Para mim, todos vocês são essenciais pois os chamo pelo nome e como pessoas. Não, não me interessa se é gay, se é negro, ou amarelo, me interessa saber tua condição social e como você sente esse mundo, você tem o mesmo sangue que o meu, e é tão importante quanto qualquer vida humana, na qual irei defender e militar sempre

Pois o nosso futuro, está na mão deles...de quem? Dessa classe que nos representam, acham que nos representam.

E olha querido amigo ou inimigo, teu futuro, o meu e o dos que você ama estão comprometido.

Por isso, comento , em vez de ficarmos aqui debatendo o sexo dos anjos, ou militando minha condição sexual, ou financeira, ou religiosa, olhemos para o panorama de futuro para teus filhos por exemplo.

O que realmente iremos realizar ou fazer de bom pelo COLETIVO? Pois até agora pensamos como feudos e defendemos nosso espaço.

Mas  A DOR ESTÁ COLETIVA. E O FUTURO VEM DE MÃOS DADAS COM ELA.

E o que de efetivo poderemos fazer por quem não realiza por nós em nosso País?

O que fazer você? Apagar a luz?

Olhar para o canal 5?

Dar um like para este texto?

Ou saber que daqui a alguns anos, não haverá caixa suficiente para você ou teu filho se aposentar?

( continua...)






sexta-feira, 21 de julho de 2017

NÃO FOI FRESCURA QUANDO QUIS ME MATAR...







Mãe, não tome mais cuidado com as roupas largadas no chão.

Mas quando eu as deixar sincronizadas sobre a cama, dobradas como aguardando mala.

Mãe, não sou que estou enchendo a paciência de todos na casa; é a paciência que deixou de habitar a minha cabeça faz tempo.

Mãe, toma cuidado com quando eu não ouvir mais música no quarto mesmo que alta.

Ou quando deixar as comidas preferidas na geladeira.

Ou quando dizer que te amo tão baixo que nem eu escute.

Quando deixar sentar me no fundo da sala.

Meu amigo, realmente eu tinha razão quando lhe disse que a fome não passa mais por mim,

ou quando não amo mais a menina da sala 105.

Mãe, eu de novo.

Cansado estou das noites e dias sem fim,

do sol e da lua,

do mar e da brisa.

Cansado estou das coisas e coisas desta vida mãe.

Sabe mãe, vou descansar tá.

( toma cuidado você, que aqui lê, que se sente leve como a agonia sobre o céu, luta...luta e vence , mesmo que só )

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Não diga jamais que virá, enquanto ainda permanece em tua casa.

Beto me chamou para conversar.

Quando Beto chama para conversar é porque algo dói, e muito.

Não que homem não converse e ponha suas neuras e dores, dúvidas e sentimentos.

Muitos ainda não estão acostumados com isso.

- Dia dos namorados chegando cara.
- E aí, que vai dar de bom?
- Para quem? Estou cansado demais Poeta, cansado de pedir e as coisas serem as mesmas...
Entendi exatamente o que ele quis dizer, direto, curto e seco.

Lembrei de alguns anos atrás. De quando eu recebi uma frase em um pedaço de papel que dizia exatamente assim:

" Porque dizer que você vem se nunca ficará?"

- Beto, às vezes é muito melhor estarmos sós, do que acompanhados por quem supostamente está ao nosso lado, mas que não pode dar o que não se tem. Muitas vezes o que temos pra dar, para nós poder ser muito,mas para o outro pode não ser suficiente. A pior coisa meu amigo, é caminhar por aí , sabendo que temos compromisso com alguém,  que tem compromisso consigo mesma.

Beto respirou mais devagar nesse momento

- Eu sei cara , que você tentou, eu sei exatamente que você tentou. Mas, agradeça e diga adeus...

A lua subiu alta essa madrugada.

Saímos em silêncio, enquanto o Uber chegava.

Não disse nada, deu um abraço e sumiu na madrugada rumo ao apê.

Minha noite tornou-se muito mais longa.




terça-feira, 31 de janeiro de 2017

SEM A MÚSICA, A VIDA SERIA UM ERRO - NIETZSCHE

 SEM MÚSICA, A VIDA SERIA UM ERRO - NIETZSCHE




Sempre olhei para o céu antes de por os pé para o mundo, e, sempre ao retornar para meu lar ( dentro de mim mesmo ) ou construído temporariamente com tijolos; olho para cima e busco a noite.

Mas essa cadência segue os meus pulsos desde que abro os olhos e mesmo que derramado na cama, meu corpo já pede melodia.

Sempre haverá melodia dentro e fora de mim, e de você também.

Fecha teus olhos e lembra da primeira paixão que você teve, e qual música embalou-a?

O primeiro beijo?

A primeira e real boa transa?

A viagem que fez de retorno para alguem?

Ou quando o avião decolou pela primeira vez?

Teu primeiro filho ou filha?

O primeiro peludo em sua casa?

A discussão que embalou a separação temporária?

A dor da perda do amor não correspondido?

A dor da perda do amor correspondido?

Aquela pessoa que partiu e não deu tempo de te abraçar?

A passagem de ano, a passagem de tua vida?

Então eleja músicas que sejam somente tuas, que não devam ser compartilhadas com mais ninguém.

Elas devem ser um santuário teu.

Você deve residir nelas por quase toda tua vida.

Tenha em sua essência que somos vibrações.

E sinceramente?

A vida seria uma grande merda sem melodia, sem você e sem suas notas favoritas.



segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

QUANDO VOCÊ NÃO É DE NINGUÉM




Paulo conseguiu guardar o porta retratos.

Mas sempre que adormecia , entrava dentro , após a moldura de madeira e olhava o mundo através do papel que se tornou.
E o papel filme em que marcou um momento de sua vida e de Carolina sentados à pedra vendo o sol nascer.

Paulo não conseguiu sair .
Ainda ao dormir deixava o coração guiar sua essência para longe de tudo mas muito perto de Carolina, que o trocou , não por 30 moedas...

Paulo!
Paulooo! 
Acorda amigo.
O copo com Black Label está entre os dedos, e o gelo informa que está pronto.

Busca no fundo do copo uma pedra, talvez alguma que faça a boca acordar para novos sabores.
Respira e diz finalmente.

- Acho que já chega não?
Aceno com a cabeça.
- Sabe quando realmente estamos bem?
Ele olha para sua mão ainda recentemente marcada pela aliança.
- Quando dizemos com coração " quero estar "... e não preciso dele, dela..

Paulo deu a última talagada no copo de whisky, deu um beijo em meu rosto e ganhou a rua.

Amigo tem que aguardar os amigos que saem por aí , para bem longe do próprio ninho que construíram; não porque sejamos pretensos pais, mas sim, porque estamos lá no outro galho pilhando para que voe também.

Paulo sumiu por mais de mês.

Não disse nada,mas a foto no "Insta" disse tudo.

Uma selfie com o mundo abaixo de si, um sorriso que  há tempos não existia em seus olhos.
Paulo e o mundo. Bem vindo meu amigo!